E. Paul Torrance dedicou-se à temática da criatividade de 1930 a 2013, em diversos contextos, desde professor de jovens desafiadores, à formação de pilotos da Air Force.

Ao longo do seu trabalho constatou que, desenvolver a criatividade pressupunha a sua identificação, isto para que pudesse, por um lado, orientar a intervenção e, por outro, clarificar os resultados dos seus trabalhos de desenvolvimento.

Seguindo este intuito criou tarefas que permitissem medir as capacidades do pensamento criativo, desenvolvendo a bateria de testes, denominada Torrance Tests of Creative Thinking.